Aprovado requerimento de Pacheco que defende a inclusão de autistas em grupo prioritário para vacinação do Covid-19

Pacheco é autor da Lei que garante gratuidade da tarifa de pedágio aos autistas e deficientes que trafegam pelas rodovias paranaenses para tratamento de saúde

A Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) aprovou na sessão desta quarta-feira (24) o requerimento, de autoria do deputado Marcio Pacheco (PDT), solicitando à Secretaria Estadual de Saúde e ao Ministério da Saúde a revisão do Plano Estadual de Vacinação contra o Covid-19 a fim de incluir como grupo prioritário de imunização as pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA).

A iniciativa do parlamentar atende a um pedido encaminhado pelo Conselho Municipal de Saúde de Cascavel. “Trata-se de uma demanda que recebemos e que tem o nosso total apoio. Agora estamos dando prosseguimento aqui na Assembleia Legislativa”, afirma Pacheco.

De acordo com o Conselho Municipal de Saúde de Cascavel, as famílias de autistas têm uma profunda preocupação com a demora na imunização dos autistas. O grupo é considerável mais suscetível ao coronavírus, diante das peculiaridades de seu quadro clínico, não conseguindo utilizar máscaras facial para a proteção.

Pelo programa nacional, a vacinação dos autistas só deve ocorrer no final deste ano. A demora está causando sérios problemas, deixando muitos autistas de realizar terapia de forma adequada, ocasionando a regressão no tratamento.

O requerimento aprovado hoje (24) na Alep, será encaminhado ao secretário de Saúde do Paraná, Beto Preto e ao Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para análise a fim de incluir as pessoas com o TEA como grupo prioritário para imunização.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *