Atendimentos da Patrulha Maria da Penha aumentam 179% em Cascavel

Os dados são referentes ao primeiro quadrimestre de 2020 e a quarentena pode ser o reflexo do acréscimo
Com o cenário pandêmico do novo coronavírus (Covid-19), as autoridades de saúde e do governo municipal têm pedido a população para ficarem em casa, pois fora da residência existe o risco da contaminação de Covid-19. No entanto, para muitas mulheres o perigo está dentro da própria casa, onde são vítimas de violência doméstica, seja verbal ou física.

E é justamente esse panorama de insegurança que tem refletido nos números de atendimentos da Patrulha Maria da Penha, da Guarda Municipal de Cascavel. De acordo com os dados do primeiro quadrimestre do ano de 2020, houve 2.178 atendimentos em que a Patrulha foi acionada para socorrer mulheres. O número é 179% maior que o registrado no mesmo período do ano passado, quando houve 781 atendimentos.

A média de atendimentos no primeiro quadrimestre de 2019 foi de 195 chamados, já neste ano o número passou para 544. Vale destacar que esses são apenas os registros em que as vítimas deram sequência na denúncia, pois há muitos casos que a reclamante não leva a denúncia para frente.

De acordo com a inspetora da Patrulha Maria da Penha, Claudinéia D’Eleutério, “A situação nos meses de março a abril, período de quarentena, refletiu no aumentou dos atendimentos e as ocorrências se agravaram bastante. Teve um acréscimo muito grande”, observa.

Em março e abril do ano passado, foram registradas coincidentemente 224 medidas. Já neste ano, foram 565 em março e 631 em abril.

PATRULHA MARIA DA PENHA
No dia 21 de agosto de 2017, por meio da Lei Municipal nº 6742, foi criada a Patrulha Maria da Penha. A implantação da unidade aconteceu em março de 2018.

A patrulha está presente tanto na zona urbana como na zona rural. No ano passado, o número de atendimentos realizados pela unidade foi de 11.989, o que corresponde a uma média de 32,8 atendimentos por dia.

DENÚNCIAS
Um telefone emergencial está disponível para que mulheres em situação de violência denunciem agressões e peçam ajuda à Patrulha Maria da Penha.  O número 153 pode ser utilizado 24 horas.

A base de operações da Patrulha Maria da Penha agora está funcionado no mesmo prédio que a Delegacia da Mulher. Uma forma de unir as duas unidades que atuam na rede de proteção à mulher em Cascavel.

Relatório do Primeiro Quadrimestre Ano 2019x Ano 2020

☑ Janeiro 2019 – 136 medidas

☑ Janeiro 2020 – 489  medidas

☑  Fevereiro 2019 – 197 medidas

☑ Fevereiro 2020 – 493 medidas

☑ Março 2019 – 224 medidas

☑ Marco 2020 – 565 medidas

☑ Abril 2019 – 224 medidas

☑ Abril 2020 – 631 medidas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *