Cascavel cria comitê para discutir ações que minimizem impactos do coronavírus na economia

Vinte e cinco entidades representativas e órgãos do poder público foram convidadas a participarem do comitê
Buscar mecanismos que minimizem os impactos negativos do novo coronavírus (Covid-19) na economia cascavelense. Este é um dos objetivos do Comitê de Apoio e Defesa à Empresa e ao Emprego (CADEE), criado por sugestão do prefeito Paranhos e que reúne integrantes do poder público e de entidades representativas como associações e sindicatos.

Os decretos que impõem restrições a muitas atividades econômicas são necessários, mas o prefeito lembra que é preciso garantir atividades de subsistência econômica. “Trabalhar não é o problema, o problema é não ter os cuidados necessários que garantam isso,” observou o prefeito.

O presidente do Instituto de Planejamento de Cascavel (IPC), Edson Vasconcelos, que coordena o CADEE, diz que a estrutura foi muito bem pensada pelo prefeito Paranhos, como mecanismo de defesa do emprego e das empresas. “Algumas atividades pararam e para essa parte que parou, precisa outra parte funcionar, precisa de um anel de forças para construir um trabalho de curto, médio e longo prazo”, explica Vasconcelos.

Na manhã desta segunda-feira (23), o CADEE teve sua primeira reunião no Centro de Convenções e Eventos. As perspectivas de trabalho foram alinhadas e um novo encontro ficou marcado para amanhã (23), quando serão discutidas algumas questões que precisam ser resolvidas a curto prazo, como a logística de transporte de trabalhadores de atividades que não foram alcançadas pelo decreto que suspendeu temporariamente boa parte das atividades comerciais em Cascavel. Também serão apresentadas propostas e soluções para o abastecimento prioritário em Cascavel durante o período de crise gerado pela pandemia.

Foram convidadas 25 instituições para participarem do CADEE como  associações e entidades representativas, além de sindicatos patronais e laborais. O poder público é representado no comitê pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Procuradoria Geral do Município, Fundetec e Secretaria de Finanças e Instituto de Planejamento de Cascavel.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.