Cascavel lidera a colocação no mercado de trabalho pela Agência do Trabalhador

Pelo segundo mês consecutivo, a Agência do Trabalhador de Cascavel foi a que mais conseguiu postos no mercado formal entre as 216 agências do Paraná
A Agência do Trabalhador de Cascavel conquistou pelo segundo mês consecutivo o ranking de maior colocação de trabalhadores no mercado formal no Paraná.

A classificação tem como base os relatórios do sistema da Secretaria do Estado da Justiça, Família e Trabalho que consideram todas as 216 agências do Paraná.

No mês de fevereiro Cascavel encaminhou 354 pessoas para uma vaga de emprego. Em janeiro, foram 290 admissões.

“O resultado é animador e mostra a possibilidade de crescimento da unidade, números que são resultado de muito esforço e dedicação de uma equipe comprometida com o bom atendimento aos trabalhadores. Hoje constatamos melhoria no recrutamento e seleção de mão de obra em Cascavel”, descreveu Walmir dos Santos, Coordenador da Gestão do Trabalho e Emprego do Paraná.

Marlene Crivelari, gerente da Agência do Trabalhador em Cascavel, explica que nos últimos anos a equipe tem trabalhado para formar parcerias com empresas e instituições de ensino para entender melhor a carência profissional dos empregadores.

“A oferta de cursos de qualificação e o esforço em intermediar de maneira assertiva despertou a confiança dos empresários em nosso trabalho, e o interesse em formar novas parcerias”, diz.

A característica positiva segue a mesma linha de 2020, quando Cascavel fechou com 2.558 empregos, segundo números do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), vinculado ao Ministério da Economia. Isso representa 4,85% de todos os trabalhos com carteira assinada gerados no estado.

O prefeito Leonaldo Paranhos destaca que, apesar do período turbulento e preocupante que Cascavel atravessa, por conta da pandemia de Covid-19, os números refletem a maturidade das lideranças locais que, entenderam que uma cidade precisa caminhar unida. O Município, por sua vez, criou ferramentas para desburocratizar a economia e facilitar a vida do empreendedor.

“A crise nos desafia a trabalhar mais e nós temos expertise em enfrentar crises. Os números do emprego mostram que Cascavel não ficou estagnada. Temos um momento de crise na saúde, que nos desafia ainda mais. Precisamos da consciência individual para enfrentar esse momento. Se cada um tiver disciplina logo poderemos avançar ainda mais”, diz Paranhos.

Fonte/Portal do Município       _       Foto: Manoel Teixeira 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *