Conselho aprova tabela para exames médicos que irão reduzir a demanda reprimida

Aprovação é o primeiro passo para reduzir a demanda. Processo segue para os trâmites burocráticos antes do início dos mutirões
O Conselho Municipal de Saúde aprovou, durante reunião realizada nesta segunda-feira (16), a proposta de tabela de valores encaminhada pela Secretaria de Saúde (Sesau) para iniciar o processo de chamamento público que tem como objetivo credenciar prestadores, públicos e privados, para a realização de exames diagnósticos.

“A tabela contempla exames com finalidade diagnóstica do aparelho digestivo como, por exemplo, endoscopia e colonoscopia; finalidade diagnóstica em neurologia, como eletroneuromiografia; finalidade diagnóstica em radiologia como densitometria, finalidade diagnsótica em pneumologia, cardiologia, angiologia, e otorrinolaringologia como teste de esforço, espirometria, exames de ultrassonografia -18 tipos -, além de ressonância magnética e tomografia”, explica o secretário de Saúde, Thiago Stefanello.

A tabela é composta por 48 tipos de exames diferentes, para atendimento de aproximadamente 65 mil exames represados. Pela tabela aprovada, há previsão de investimento de aproximadamente R$ 6,8 milhões. “O processo agora segue para os trâmites burocráticos e a Secretaria de Saúde espera poder iniciar os mutirões ainda no 1º quadrimestre de 2021”, ressalta o secretário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.