Covid-19: Hospital de Retaguarda prepara 10 leitos de UTI

Unidade terá ainda outros 28 leitos de enfermaria para recuperação de pacientes com coronavírus
A Prefeitura de Cascavel trabalha para evitar que o sistema de saúde entre em colapso diante do número crescente de casos de coronavírus (Covid-19) na cidade. Hoje, foram confirmados mais dois casos, elevando para sete o número de paciente infectados pelo vírus em Cascavel.

Dentro do plano estratégico montado pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), está a implantação de 10 leitos de UTI e outros 28 de enfermaria para recuperação de pacientes no prédio que abrigará o Hospital de Retaguarda. As obras  de reforma da unidade, que atualmente abriga temporariamente a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Brasília, foram aceleradas para garantir o atendimento aos pacientes.

O prefeito Leonaldo Paranhos esteve na tarde desta sexta-feira (27) visitando as obras da ala que abrigará os leitos destinados para pacientes com coronavírus. Ele disse que a população não deve entrar em pânico, apenas tomar os cuidados que são essenciais para evitar a disseminação rápida do vírus. “Nós teremos mais pessoas contaminadas,  isso vai acontecer, lamentavelmente, por isso que todos nós temos que nos preparar para que o impacto seja o menor possível”, avaliou o prefeito.

 

Mais leitos

Outros leitos estão sendo preparados para garantir atendimento às pessoas que forem contaminadas pelo coronavírus. Na Agrotec serão 60 leitos e no Centro de Convenções e Eventos outros 56, além de 30 leitos, incluindo dez de UTI, que foram liberados pelo Estado na Hospital Universitário.

“Tudo isso o que nós construímos é para não usar, mas em caso de necessidade estará tudo pronto”, afirmou Paranhos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.