DIA HISTÓRICO: Cascavel inaugura primeira Clínica Escola para autistas do Paraná

No mesmo espaço terão atendimentos nas áreas de educação e de saúde
O município de Cascavel vive hoje (03) um dia histórico, que estará marcado para sempre na jornada da cidade. Trata-se da inauguração da Clínica Escola do Transtorno do Espectro Autista – Cetea Juditha Paludo Zanuzzo, a primeira instituição do Paraná a atender no mesmo espaço às especificidades clínicas e pedagógicas dos autistas. A clínica já nasce como referência na área e servirá de modelo para outras cidades, especialmente as da região Oeste do estado.

A Clínica Escola tem o objetivo de promover a escolarização das pessoas com TEA para inclusão ou permanência na rede regular de ensino e atender integralmente às necessidades de saúde.

Aliás, já na próxima semana serão iniciados os trabalhos para trilhar as crianças que serão transferidas para a unidade para começarem os atendimentos remotos para pelo menos 50 pessoas. “A Clínica Escola vai funcionar conjuntamente saúde e educação, tanto no desenvolvimento pedagógico, terapêutico e clínico das pessoas já avaliadas com espectro autista”, detalha a secretária de Educação, Marcia Baldini.

A Clínica Escola terá atuação multiprofissional nas áreas: médica, pedagógica, psicológica, fonoaudiológica, fisioterapêutica, terapia ocupacional, nutricional, assistencial e musicoterapia.

O prefeito Leonaldo Paranhos se emocionou durante a inauguração, pois esteve muito ligado à causa, sempre conversando com mães e ONGs. “É um dia histórico; um tema histórico. É preciso ouvir, se entregar e se doar num projeto como esse. Mas ele não é meu, não, a Clínica Escola só deu certo porque é o resultado de um trabalho de várias mãos. É a maturidade que uma cidade que sabe que tudo é importante, mas tem ciência que o maior patrimônio são as pessoas e as pessoas especiais são o suprassumo”, pontua.

A unidade já está se tornando referência para outras instituições que já estão procurando o Município para entender como será o funcionamento da unidade, uma vez que para atender a esse público precisa ter algumas especificações. “A Clínica Escola nasce como destaque. Os autistas precisam de um local especial, não é só ter um prédio, precisa de detalhes, cores, iluminação, atenção à questão do barulho, tudo isso são pontos no desempenho, senão seria só mais um espaço e não é o que nós queremos. Essa escola não é para tirá-los da rede pública, mas para inserirmos, só que no momento certo e com todas as condições. Quem precisa se adaptar somos nós ao mundo deles, não eles a nosso mundo”, observa Paranhos.

Atualmente, 186 crianças autistas estão inseridas na rede pública municipal de ensino de Cascavel. Vale destacar ainda que o atendimento na Clínica Escola também se estenderá aos adultos.

EMOÇÃO DE MÃE
Uma das mais emocionadas com a inauguração foi a dona Idilssa Fermo, que é mãe de um filho autista e que há 7 anos lutava por uma avanço como a Clínica Escola para as chamadas famílias azuis. “A família está muito feliz, porque a Clínica Escola vai servir para os autistas, para que todos sejam atendidos, independente do grau. Essa emoção é muito grande, porque tenho um filho autista de 36 anos, e estou nessa busca há muitos anos. Essa emoção faz com que o coração não aguente e a gente comece a chorar”, emociona-se.

HOMENAGEM
A instituição leva o nome da falecida professora Juditha Paludo Zanuzzo, que iniciou sua carreira na educação ainda nos anos 60 e sempre foi uma inspiração a todos, principalmente pela forma como levava o ofício com amor e zelo. “Em nome da minha família, quero dizer que nos sentimos muito honrados pela instituição levar o nome de nossa mãezinha, justamente nesse projeto que é tão inovador”, comentou emocionado o filho, João Batista Zanuzzo.

O prédio funcionará no antigo prédio da Famipar, localizado no bairro Recanto Tropical. Para isso, o espaço passou por adequações para realizar os atendimentos. A reforma foi custeada pela Igreja Católica, que é dona do prédio. O Município, por sua vez, está locando o espaço para a realização das operações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *