Ecossistema de inovação discute enfrentamento ao coronavírus

Executivos das principais empresas de base tecnológica de Curitiba participam nesta quarta-feira (15) de uma live (bate-papo ao vivo) para discutir as consequências da pandemia do novo coronavírus no ecossistema de inovação e as medidas necessárias para enfrentar a crise, principalmente dentro das startups.

A ação é gratuita e conta com apoio da Superintendência Geral de Inovação do Governo do Estado. A primeira conversa é com representantes de startups de Curitiba, mas a proposta é também promover a discussão com executivos de outras cidades paranaenses.

Para participar, é necessário se inscrever pelo link https://bit.ly/39XzWxi. A live inicia às 18h e pode ser acessada no https://bit.ly/34nr2lm. Participam da conversa os CEOs da Ebanx, Alphonse Voigt; da Olist, Tiago Dalvi; da Madeira Madeira, Daniel Scandian; da Contabilizei, Vitor Torres; da Tecverd, Caio Bonatto; e da Pipefy, Alessio Alionço.

PROJETOS – A iniciativa também dialoga com outros projetos promovidos pela Superintendência de Inovação para dar suporte às startups e usar o know-how dessas empresas para encontrar soluções inovadoras para superar a crise do novo coronavírus no Paraná.

“O objetivo não é a apenas inspirar as empresas de base tecnológica, mas também oferecer conhecimento às startups de boas práticas para agir em momentos como esse”, diz o superintendente de Inovação, Henrique Domakoski. “Vamos auxiliar as empresas para elas poderem enfrentar esse momento e saírem fortes da crise”, ressalta.

Entre as iniciativas, destaca-se o programa Startup Evolution, que fará consultorias a startups para melhorar a gestão das empresas neste momento de crise. O programa é desenvolvido em parceria com a Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC/PR), por meio da incubadora Hotmilk, e o Sebrae-PR.

Também está programada a realização do Hack pelo Futuro, um hackaton online que vai selecionar ideias inovadoras para reduzir os impactos da pandemia em setores como a saúde, comércio e serviços, entre outros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.