Telefonia e bancos lideram, mais uma vez, as reclamações do Procon

Quatro operadoras de telefonia estão à frente das reclamações. Juntas, elas respondem por 21,19% das denúncias recebidas pelo Procon
Um balanço divulgado pelo Procon mostra que as operadoras de telefonia celular e fixa, além dos bancos, lideraram as reclamações de consumidores junto ao órgão em Cascavel em 2020. As quatro empresas que mais tiveram reclamações são ligadas a telefonia. Juntas, elas respondem por 21,19% das denúncias recebidas pelo Procon. Apenas uma empresa contabiliza 9,11% das reclamações.

O Procon atendeu, de junho até ontem (14), 4.592 reclamações. Os números do primeiro semestre não estão contabilizados no balanço por conta da mudança de plataforma, que passou a ser integrada diretamente ao Ministério da Justiça. O Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec) permite aumentar a transparência, perante a sociedade, dos problemas que ocorrem no mercado de consumo e de como os Procons do País tratam essas demandas.

Depois das operadoras de telefonia celular, a companhia responsável pelo saneamento básico foi a que mais teve reclamações, com 2,53% dos registros. Depois aparece um banco público e a empresa responsável pela distribuição de energia elétrica.

A Procuradora-Chefe, Danielle Magnabosco, destaca que o consumidor precisa procurar primeiramente os canais de atendimento eletrônico e telefônico das próprias empresas e, se não receber uma solução e entenda que teve os seus direitos desrespeitados, pode registrar uma reclamação na plataforma oficial www.consumidor.gov.br.

“O consumidor não precisa mais sequer sair de casa para fazer a sua reclamação ou tirar sua dúvida. Basta acessar a plataforma www.consumidor.gov.br cadastrar-se, anexar os documentos e terá solucionado o seu problema ou a resposta que precisa em menos de 10 (dez) dias, prazo esse mais rápido do que o próprio Sindec utilizado no Procon”.

O Procon atende os moradores de Cascavel, preferencialmente via Call Center, no telefone 45 3392-6300.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.